Formigas Lava-pés, uma praga globalizada

Formigas Lava-pés, uma praga globalizada – A formiga lava-pés (Solenopsis invicta), muito comum no Brasil, é uma das principais pragas invasoras no mundo. Um artigo publicado na revista Science mostra que a formiga se desloca entre países e promoveu uma verdadeira invasão mundial.

No estudo, a cientistas Marina Ascunce, do Centro de Entomologia Médica, Agrícola e Veterinária do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, descreve a história do processo de invasão mundial da formiga.

Prejuízo causado pela formiga nos EUA é de bilhões de dólares

A Solenopsis invicta é nativa da América do Sul, mas há um século se deslocou pelo continente e chegou ao Sul dos Estados Unidos, onde se estabeleceu. Segundo os pesquisadores, de lá a formiga migrou para a Califórnia, Caribe, China, Taiwan, Filipinas e Austrália em pelo menos nove invasões distintas.

A pequena formiga causa um impacto econômico grandioso nos EUA. Lá a praga dá um prejuízo de US$ 6 bilhões por ano. A lava-pés afeta comunidades locais de insetos, promovendo desequilíbrio ecológico e favorecendo o desenvolvimento de organismos nocivos à agricultura os cientistas sequenciaram o genoma da formiga no fim de janeiro e prosseguiram os estudos analisando variações genéticas de 2.144 colônias de formigas lava-pés em 75 locais no mundo.

A intenção do grupo era traçar a sua proliferação os pesquisadores descobriram que o Sul dos EUA foi o ponto de partida para todas as invasões identificadas. Apenas a invasão a Taiwan aconteceu por meio das formigas instaladas na Califórnia. Eles acreditam que a Solenopsis invicta chegou aos seus destinos por meio de navios e ressaltam que o aumento no comércio e turismo globais pode incorrer em novas invasões da formiga pelo mundo.

Elas causam danos a equipamentos eletrônicos. “Podem causar danos a equipamentos eletrônicos, pois os ninhos podem ser alojados dentro deles. Nesses casos, podem roer os fios elétricos e causar curto-circuitos”, conta a pesquisadora Ana Eugênia de Carvalho Campos, da Unidade Laboratorial de Referência em Pragas Urbanas do Instituto Biológico.

Segundo ela, as agressivas lava-pés também podem causar alergias e até choque anafilático em pessoas extremamente sensíveis ao seu veneno. Ana Eugênia conta que são conhecidas mais de 12.600 espécies de formigas, mas estima-se que esse número possa chegar a 20 mil espécies. Apesar de alguns danos, as formigas são organismos extremamente benéficos para todos os ecossistemas terrestres.

“Promovem a aeração do solo, incorporam nutrientes no solo, polinizam plantas, são eficientes predadoras de outros artrópodes, manipulam sementes para sua alimentação promovendo a germinação de algumas espécies de plantas, que sem esta interferência não germinariam com sucesso”, enumera a cientista.

Ela conta que até mesmo as formigas cortadeiras (como a saúva) são importantes. “Quando presentes em ambientes naturais, elas são fundamentais para promover o crescimento vegetativo de uma variedade de espécies botânicas por causa do corte das suas folhas. Sem as formigas cortadeiras, muitas espécies de plantas correriam o risco de extinção”, diz. (Com Agência Fapesp)

Saiba mais

A Solenopsis invicta recebeu o nome de lava-pés por causa da sua característica de subir rapidamente pelas pernas quando alguém pisa no ninho. Quando pica alguém, a lava-pés injeta um veneno de alcaloides que provoca dor intensa. Além de dolorida, sua picada provoca bolhas, alergias e até choque anafilático. A espécie se alimenta de plantas, animais e alimentos domésticos.

Segundo biólogos, a formiga é o bicho mais abundante da Terra. Se for feito um quadrado na floresta Amazônica de 100×100 metros, serão encontradas 8 milhões de formigas no solo.

Casas, Jardins, hospitais; elas estão em todos os lugares

Existem milhares de espécies de formiga, mas as mais comuns no Brasil são a lava-pés em áreas abertas, como calçadas, parques, jardins e praças e áreas rurais. “As formigas cortadeiras, saúvas e quenquéns ocorrem nas plantações e também nas cidades, em quintais, jardins, parques e praças. Outras espécies comuns em residências são a formiga fantasma, a formiga louca e a carpinteira.

Essas têm o hábito de fazer os ninhos nas residências, fábricas de alimento e até em hospitais. Em casa causam grande desconforto por frequentarem os alimentos, nas fábricas de alimento e hospitais servem como vetores de microrganismos, contaminando o alimento, o ambiente e equipamentos esterilizados”, conta a pesquisadora do Instituto Biológico Ana Eugênia de Carvalho Campos.

 

A alimentação varia de acordo com a espécie de formiga. “Algumas são caçadoras e alimentam- se de outros artrópodes, outras são onívoras, comendo de tudo, desde plantas até o alimento humano e as formigas cortadeiras, que usam o material vegetal como base para cultivar um fungo cuja função é alimentar os membros da colônia”, acrescenta.

As formigas que encontramos em ambiente doméstico, podem carregar bactérias e fungos. Elas são perigosas quando estão nos hospitais, uma vez que transferem bactérias resistentes a antibióticos de um setor para o outro. Deve- se evitar o consumo de alimentos por onde as formigas passaram. (PA/AAN)

Lagartas de borboletas dão açúcar em troca de proteção

As formigas são tão abundantes no planeta que interferem na vida de praticamente todos os animais e plantas. Ao invés de disputar comida com as formigas, as famílias de borboletas Lycaenidae e Riodinidae se aliaram às formigas oferecendo açúcar como alimento em sua tese de doutorado, o biólogo Lucas Kaminski descobriu que as lagartas dessas espécies possuem glândulas que produzem uma substância d o c e , das quais as formigas se beneficiam.

As formigas, então, protegem as lagartas contra ataques de outros inimigos naturais, as borboletas não têm como lutar contra outros herbívoros e as formigas atuam como guardiãs das larvas. O estudo faz parte de uma linha de pesquisa consolidada na Unicamp que aborda a interface da interação entre plantas, formigas e herbívoros no cerrado.

Durante 25 dias, Kaminski acompanhou o comportamento de borboletas da espécie Parrhasius polibetes. Para essas espécies, a presença das formigas é mais importante que a das plantas para ovopositar, a fim de garantir a sobrevivência de sua prole. “O momento mais importante na história evolutiva dessas borboletas é colocar os ovos onde suas larvas possam sobreviver”, explica o cientista.

As formigas também mantêm relações amistosas com outros insetos, como as cigarrinhas Guayaquila, parentes dos pulgões. Elas liberam substâncias açucaradas para as formigas e servem como referência para as borboletas na hora de escolher os ramos para colocar ovos.


Dedetizadora Porto Alegre

Dedetizadora Porto Alegre

Central de Chamadas: (51) 3342-8908

Dedetização, Dedetização em Porto Alegre, Dedetização de Ratos, Dedetização de Pulgas, Dedetização de Carrapatos, Dedetização de Pombos, Dedetização de Traças, Dedetização de Formigas, Dedetização de Cupins, Dedetização de Baratas, Dedetizadora de Pombos, Dedetizadora de Ratos, Dedetizadora de Baratas, Dedetizadora de Traças, Dedetizadora de Pulgas, Dedetizadora de Cupins, Dedetizadora de Carrapatos, Dedetizadora de Formigas, Dedetizadora, Dedetizadora Porto Alegre

www.construsuldedetizadora.com.br


imagem Controle de pragas rs

Solicite orçamento para dedetização (desinsetização)

A Construsul Dedetizadora convida você a solicitar um orçamento totalmente grátis, temos uma equipe perto de você. Oferecemos serviços de controle de pragas e vetores com excelência.

Fazemos parte da rede CONSTRUSUL ENGENHARIA E MANUTENÇÃO PREDIAL, um grupo empenhado em trazer soluções inteligentes e sustentáveis para o controle de animais e inseto, desentupimentos, caça vazamentos e reforma predial.

Cofira nossos serviços de dedetização

O controle de pragas segue uma metodologia que exclui totalmente a possibilidade de contaminação do meio ambiente, produtos e/ou serviços, mas que é extremamente eficaz contra a praga. Nossa empresa é referência no controle de pragas urbanas, incluindo roedores.

Há mais de 40 anos trabalhando no extermínio de pragas urbanas, a Construsul dedetizadora oferece o serviço de desinsetização de pragas com melhores técnicas dedetização.

CONSTUSUL DEDETIZADORA - Serviços Profissionais em dedetização na sua cidade.

A Mais de 40 anos a Construsul dedetizadora vem atuando no mercado de controle de pragas urbanas, sempre preocupada em trazer ao cliente a satisfação de um trabalho bem feito com seriedade e profissionalismo.

Sua sede está localizada em Porto Alegre, com filiais na Grande Porto Alegre (RS) e Santa Catariana (SC) A empresa realiza os serviços de Higienização e Desinfecção Bacteriológica de Reservatórios de Água e Controle de Pragas como: Desinsetização (dedetização), Descupinização, Desratização, Controle de Pragas em Grãos Armazenados, Tratamento Fitossanitário Quarentenário, Controle Integrado de Pragas (CIP) entre outros.

Também trabalhamos com o Sistema Sentricon de Eliminação de Colônia de Cupins, um sistema criado para monitorar e eliminar colônias de cupins subterrâneos.

 

Confira mais conteúdos da Construsul sobre controle de pragas